Terapias Complementares Filomena Vieira

Bem - Estar com Aromaterapia



Terapêuticas ancestrais
cujas origens se perdem nos tempos estão a regressar em força e contribuem para o bem estar do ser humano, como a Acupunctura (saiba mais) e a Aromaterapia (saiba mais).

Há milhares de anos que se usam os óleos essenciais extraídos de plantas aromáticas para tratar problemas emocionais, cosméticos e espirituais. Os óleos essenciais (saiba mais) são extraídos de plantas por destilação ou por expressão a frio ou a quente.

Com os avanços da ciência já se consegue demonstrar os efeitos fisiológicos e psicológicos no corpo humano. O seu uso pode contribuir para o bem estar e felicidade.

Na ansiedade por exemplo pode ter efeitos muito positivos.

  • Já existem estudos científicos que demonstram que o óleo essencial de laranja tranquiliza(1).
  • O óleo de menta, gengibre e lavanda têm efeito positivo nas náuseas pós –operatório.(2)
  • Alguns óleos podem substituir antibióticos(3).Os monoterpenos um dos químicos constituintes dos óleos essenciais podem prevenir e ajudar a libertar toxinas, têm efeito anti-séptico, antibacteriano e expectorantes.

Como actuam a nível cerebral?

Investigadores da universidade de Ohio, estudaram a eficácia e segurança do uso de óleos essenciais.
Os efeitos da aromaterapia devem-se ao facto de componentes químicos dos óleos estimularem os receptores do bolbo olfactivo e ter impacto no centro cerebral das emoções que corresponde ao sistema límbico (4).

Estudos em modelos animais demonstram efeitos sedativos e estimulantes no comportamento e no sistema imunológico.
Os óleos essenciais podem fazer parte do arsenal terapêutico para ajudar a melhorar os sintomas do autismo e no síndrome de hiperactividade (ADHD - saiba mais), melhorando o deficit de atenção e proporcionando melhor qualidade de sono(5) .

Como usar os óleos essenciais?

Sem efeitos secundários relevantes e de fácil administração, podem ser usados em massagens, banhos, ou simplesmente aplicados no pescoço, pulsos e cheirar directamente do frasco.

Antes de iniciar o tratamento deve ser feito um teste, aplicando uma pequena quantidade na pele e aguardar algum tempo para verificar se há reacção alérgica. Raramente apresentam efeitos secundários mas pode surgir alguma intolerância como o rash cutâneo , prurido ou náuseas.

Os óleos essenciais devem ser diluídos num óleo vegetal (ex. óleo de coco) antes da aplicação, segundo a idade e o objectivo terapêutico. Os florais do Dr. Bach , criado pelo medico inglês Edward Bach que se dedicou ao estudo aprofundado dos efeitos dos óleos essenciais na saúde humana, são compostos por 38 essências. Cada essência tem as suas indicações para aliviar problemas de stress, emoções, insónias e algumas dores.

A Organização National Association for Holistic Aromatherapy (NAHA) chama atenção para a aromaterapia "…como unificadora dos processos fisiológicos, psicológicos e espirituais, promovendo o processo de cura natural” (6).

Fonte:
1-J Altern Complement Med. 2011 Feb;17(2):101-8. doi: 10.1089/acm.2009.0277. Epub 2011 Feb 10.A systematic review on the anxiolytic effects of aromatherapy in people with anxiety symptoms.Lee YL1, Wu Y, Tsang HW, Leung AY, Cheung WM.
2-J Perianesth Nurs. 2014 Feb A prospective randomized study of the effectiveness of aromatherapy for relief of postoperative nausea and vomiting.
3- The Atlantic January 16, 2015
4- PDQ Aromatherapy and Essential Oils
5- Epoch Times November 17, 20156
6- National Association for Holistic Aromatherapy, Methods of Application


EsmeraldAzul – para uma vida saudável, consciente e sustentável.


0 comentários

Entrar

Deixe o seu comentário

em resposta a