Segredos de saúde alimentar Helena Santos

Cajus, amêndoas ou nozes são boa companhia!

Se estamos no tema Bebidas & Companhia, não podíamos esquecer os cajus, amendoins, pistachios e outros da mesma família. Será que são mesmo boa companhia? Sim, podem ser mas não de qualquer maneira e não são todos iguais!

Frutos secos ou oleaginosas?

Normalmente chamamos frutos secos a estes alimentos mas o mais correcto é oleaginosas. Frutos secos são frutas frescas que sofreram processos de desidratação e ficam bastante concentrados em açúcar: uvas passas, ameixas secas, … São alimentos diferentes destes a que nos referimos hoje.

Os amendoins, amêndoas, nozes, avelãs, cajús, pistachios, nozes do brasil, pinhões são frutos oleaginosos ou frutos gordos e chamam-se assim pelo seu teor de gordura que é elevado. Mas a boa notícia é que a maioria deles tem gorduras que são benéficas e nos fazem falta.

As oleaginosas possuem gordura mono e polinsaturada que são tipos de gordura que a sua saúde agradece! São muito calóricos mas comidos com moderação podem ser incluídos no seu dia-a-dia sem que o seu peso se altere. O problema está em só comer algumas vezes no ano e exagerar! Coma mais vezes e menos de cada vez!

O erro dos fritos e salgados!

Estes alimentos têm muito interesse e podem ser óptimas companhias, mas não devem ser fritos nem salgados. As gorduras que possuem alteram-se a partir de cerca de 40ºC tornando-se em moléculas que não têm interesse. Da mesma forma, a quantidade de sal de alguns destes alimentos embalados é tanta que o mal que lhe vai fazer ultrapassa qualquer benefício. Coma as oleaginosas ao natural, nem fritas nem com sal! Adquira-as com casca e de preferência biológicas. Não armazene mais de 6 meses.

Exemplos:

Amêndoas, nozes, avelãs, noz do brasil, noz macadâmia, pinhões

Quanto mais variar melhor, vai buscar a estes alimentos fibras, fitoquímicos, gorduras ómega 3 e 6 e uma grande diversidade de minerais e vitaminas (cálcio, magnésio, fósforo, selénio, ácido fólico, vitamina E). Ajudam a baixar o colesterol, melhoram a função cerebral, controlam a absorção de açúcares, são anti-inflamatórios pelo conteúdo de ómega 3 e são antioxidantes.
Se gostar, também pode usar sementes como as de abóbora ou papoila.
E os pistachios e amendoins? Embora os pistachios e amendoins pertençam à mesma família dos frutos mencionados atrás, não são tão benéficos. Primeiro é relativamente pouco comum encontrar pistachios ao natural, quase todos são fritos e com sal. Além disso, amendoins e pistachios possuem muito mais gordura ómega 6 do que ómega 3 e por isso têm menos interesse.

Da próxima vez que quiser companhia para uma conversa de amigos ou um momento a sós, experimente as amêndoas, nozes, avelãs, noz do brasil, noz macadâmia, pinhões. Pode misturá-las todas ou comer um tipo de cada vez. Descascar na hora pode ser o melhor truque para não exagerar!

EsmeraldAzul – para uma vida saudável, consciente e sustentável.


2 comentários

Entrar

Deixe o seu comentário

em resposta a
EsmeraldAzul
3 de Maio de 2013 às 09:46
Obrigada pelo comentário!
Respondendo à sua questão, se descascar as oleaginosas e não as comer na hora vai permitir que a luz e o ar comecem a natural decomposição dos alimentos. Assim, deve descascar no momento de comer, seja qual for a oleaginosa. Mas existem algumas alternativas já descascadas e acondicionadas em embalagens próprias que podem ser boa opção. De uma forma ou de outra, prefira opções de agricultura biológica.
Pacser
2 de Maio de 2013 às 11:56
Viva, tenho uma dúvida relativa ao consumo de oleaginosas que é o seguinte:a casca deve ser partida na altura que vamos comer sob pena de oxidarem e perderem as propriedades magnificas que têm? Como 4 nozes todos os dias e parto-as na altura porque me informaram que caso contrário perdiam as propriedades e estaria a ingerir calorias \"vazias\", desprovidas de nutrientes. Passa-se o mesmo com os cajus, amêndoas, pinhões, etc? Muito obrigada pelos maravilhosos textos e pela informação que nos disponibilizam, bem haja.
Paula