S.O.S Cristina Sales

Comida e bebida em excesso, sente indisposição e cansaço?

Os alimentos e bebidas que ingerimos, depois do processo de digestão, são absorvidos e conduzidos para o fígado.
O fígado é a nossa "grande fábrica de processamento e transformação química”.
De facto, todos os produtos do metabolismo das nossas células e órgãos, todos os medicamentos ou substancias naturais que tomamos e todos os alimentos e bebidas que ingerimos são processados, transformados e preparados para seguirem para a corrente sanguínea e integrarem o funcionamento e a estrutura do nosso organismo, ou para serem eliminados na bílis e depois excretados via intestino.

A capacidade do fígado para desempenhar bem estas funções é condicionada por muitos factores.
Diminui com a idade e pode ser muito estar agravada nas pessoas medicadas, por períodos longos, com vários medicamentos. Alguns perfis genéticos determinam deficiências em alguns passos da capacidade hepática de desintoxicação.

Quando se aumenta consideravelmente a quantidade de alimentos ingeridos durante alguns dias, estes são mais abundantes em carnes e gorduras, e simultaneamente, se bebem mais álcool, ao fígado é pedido um esforço acrescido para o qual pode não ter capacidade de resposta adequada.
Neste caso, a pessoa sente indisposição digestiva difícil de especificar, náuseas, cansaço, a cabeça "pesada”, o sono não é repousante e, num instinto orgânico de defesa, não tem apetite.

O que fazer?
Dar descanso ao seu fígado. Dar-lhe tempo para completar o trabalho de depuração e de recuperação orgânica.

Como?
Durante alguns dias faça uma alimentação, exclusivamente, de frutas e legumes.
Beba sumos naturais de frutas ou de vegetais, espaçados de 2 horas ao longo do dia.
Coma sopas de legumes variados com algum, mas pouco, azeite.
Coma frutas cruas ou cozinhadas.
Beba generosas quantidades de água, de preferência alcalina.  
Pode beber tisanas, sem açúcar. Camomila, dente de leão e boldo são boas escolhas.
Quando voltar a sentir fome, comece por comer arroz de legumes.

Faça longas caminhadas em passo lento ao ar livre e não poluido.


Depois de dois ou três dias sentirá o regresso da sua energia e vitalidade!

Ofereça ao seu fígado ainda mais algum tempo de descanso e volte à sua alimentação habitual de forma gradual.

Poderá ajudar a recuperação hepática tomando durante 4 a 6 semanas algum fitoterápico com Silymarin, Berberis, Curcuma,  vitaminas e minerais.

Nota : estas recomendações dirigem-se a pessoas sem doenças crónicas nem sujeitas a medicação prolongada.
 

0 comentários

Entrar

Deixe o seu comentário

em resposta a