Aprender sempre! Sofia Batista

Como é que você vive com uma doença crónica?

Doença crónica é um termo geral para uma doença ou uma condição que perdura por um longo período de tempo. Há centenas de doenças crónicas conhecidas, e cada uma afeta o corpo de forma diferente.

Algumas doenças crónicas, como diabetes ou lúpus, são potencialmente ameaçadoras. Outras doenças, como a artrite reumatóide ou fibromialgia, não apresentam risco de vida, mas tem o potencial de serem fisicamente debilitantes. Além da parte física, as doenças crónicas também apresentam efeitos emocionais e psicológicos.

Como é que você vive com uma doença crónica? Depende da doença, mas existem alguns mecanismos de adaptação que podemos aprender!

Eduque-se sobre a sua doença e como a sua doença o afecta. Conhecimento é poder e quanto mais você souber, melhor você será capaz de lidar com os sintomas, complicações e tratamentos.


A compreensão de como você se sente quando está doente, e como seu corpo responde aos tratamentos, vai ajuda-lo a ter um melhor controle e aceitação.

Assumir a responsabilidade pelo seu cuidado, e não deixar tudo para o seu médico. Uma maneira de o fazer é ouvir o seu corpo e acompanhar as suas mudanças.

Se você tem hipertensão, aprender a verificar a sua pressão arterial. Se o seu coração tem problemas de ritmo, verifique o pulso. Para a insuficiência cardíaca, pesar-se todos os dias e traçar seus sintomas. Esse tipo de auto-monotorização permite detectar alterações potencialmente nocivas antes que sejam realmente nefastas.


Lembre-se que você é mais do que a sua doença. Pode ter hemofilia, diabetes, síndrome de fadiga crónica ou hipotiroidismo, mas isso é apenas uma pequena parte de quem você é. Você também é um artista, o melhor amigo de alguém, uma mãe, um filho, um excelente profissional, …


Reconheça que vai ter dias bons e dias maus. Medicamentos e outros tratamentos podem manter seus sintomas sob controle, mas você vai ter períodos em que os sintomas vão piorar.

Estes surtos poderão coincidir com alterações na sua medicação ou plano de tratamento, alterações na sua programação, mudanças físicas dentro de seu corpo ou a exposição a algo, como um alergénio, que desencadeia um ataque. Entenda que estes surtos são naturais e não indicam necessariamente que a sua doença está a piorar.


Junte-se a um grupo de apoio onde vai receber informações de outras pessoas que realmente vivem com a doença. Algumas dessas informações incluem dicas úteis para viver com uma doença crónica, como planear o seu dia em torno de seu programa de tratamento, aliviando os sintomas e os métodos para lidar com os dias maus.

Cuidado, os medicamentos e tratamentos que funcionam para um paciente podem não funcionar si.


EsmeraldAzul – para uma vida saudável, consciente e sustentável.