Eu consciente Carla Martins

Como incluir a prática de Mindfulness na sua vida?

Atualmente está bastante fundamentado os benefícios associados a uma prática regular de mindfulness em temos de bem-estar físico e emocional. A componente mais difícil do processo é realmente iniciar (ou reiniciar) a prática e estabelecer uma rotina diária.

Os cursos de mindfulness são muito positivos neste sentido porque a conjuntura e dinâmica de grupo estabelecida ajudam, de uma forma significativa, a estabelecer a prática regular e a lidar com os desafios inerentes à aprendizagem desta ferramenta que nos convida a parar no momento presente e focar a atenção no aqui e agora.

Quer deseje iniciar esta aprendizagem com o apoio de um instrutor qualificado ou individualmente ficam aqui algumas dicas que o poderão ajudar a estar e viver no momento presente:

Definir a altura do dia & local:  estabeleça um hora do dia para fazer a sua prática – seja de 5, 10, 15, 20 ou 45 minutos é importante definir a altura do dia em que vai encaixar esta sua nova prática na rotina do seu dia. É igualmente importante definir um local na sua casa ou escritório onde irá fazer a prática – escolha um local calmo e sossegado, onde não seja interrompido durante o período da prática. 

Sem avaliação: entenda que a prática de mindfulness não é para ser avaliada como tendo sido boa ou má, com sucesso ou sem sucesso, agradável ou desagradável. O intuito do mindfulness é aprender a notar a experiência do momento presente sem qualquer avaliação ou julgamento. Por exemplo, se está a focar a sua atenção na respiração apenas note a sensação do ar no corpo sem elaborar avaliação sobre o ciclos da respiração. Desta forma está a aprender a estar com aquilo que vai surgindo de momento a momento na sua experiência.

Para uma pequena de mindfulness na respiração veja o vídeo aqui.

Treinar a mente: o mindfulness é uma prática que nos permite treinar a mente a concentrar-se no momento presente. É normal, para todos nós, que a mente vagueie do foco da atenção da prática (ex. respiração) e se envolva em pensamentos do passado ou futuro. Quando isto acontecer escolha regressar  ao momento presente e com esta escolha estará a fortalecer um novo hábito na sua forma de estar: o de viver no aqui e agora.

Gentileza: seja gentil consigo próprio no processo da prática e aprendizagem. Sem culpa, sem avaliação. Cultive gentileza ao investigar a experiência do seu momento presente: notar a respiração, o corpo, as emoções e os pensamentos. Respire no momento e seja carinhoso consigo.

Amigo da prática de mindfulness:  talvez conheça alguém que também queira iniciar a prática de mindfulness. Organize uma rotina para partilhar com essa pessoa a sua experiência durante as práticas, as mudanças que observa e os desafios que está a experienciar. Se possível até podem praticar em conjunto. Não é fundamental ter este "amigo da prática de mindfulness”, mas pode ajudar a criar a rotina e disciplina da prática no seu dia-a-dia.


EsmeraldAzul – para uma vida saudável, consciente e sustentável. 

0 comentários

Entrar

Deixe o seu comentário

em resposta a