Segredos de saúde alimentar Helena Santos

Conheça os benefícios do sumo de couve

A couve pode aliviar as dores de estômago?

Remédios caseiros são muito procurados e sobre couve muito se fala e muito se escreve.

À pergunta "A couve alivia dores de estômago?” não podemos dar uma resposta concreta, porque não existe evidência científica específica sobre este assunto, mas muitos são os que nos relatam alívio de desconforto gástrico depois de um sumo de couve.

O efeito anti-inflamatório deste alimento parece ser a justificação mais óbvia. A constituição da própria folha da couve pode exercer um efeito aliviador direto, daí os efeitos se notarem mais com a couve crua.

Então, vejamos os benefícios deste alimento bem como alguns cuidados que deve ter se decidir comer couves com mais frequência.



Riqueza Nutricional: ótima fonte de Vitaminas como a K, A, C, E, Ácido fólico, fibras, diversos minerais e mais de 40 flavonóides com capacidade anti-inflamatória e antioxidante. Os glucosinolatos que possui transformam-se ao longo do processo digestivo, em compostos ativos como por exemplo tiocianatos ou sulforafano.

Saúde: Diminuição do colesterol, prevenção de diversoscancros, proteção contra danos causados por radioterapia; Efeito anti-inflamatório, antivírico e antibacteriano.


As couves fazem parte da família das crucíferas, onde também se encaixam os brócolos ou a couve-flôr. Se fazem tão bem, quanto mais comermos melhor?
Não!

As couves tem compostos que influenciam a função da tiróide. Não tenha receio de comer couves normalmente, este efeito só se iria verificar se começasse a beber sumos verdes e comer couve mais do que uma vez por dia, todos os dias.

Se tem "pedras nos rins” saiba que o consumo de couve leva ao aumento de oxalatos na urina, o que pode não ser bom para si.

Se está a tomar anticoagulantes cuidado com o consumo exagerado de todos os legumes de folha verde escura.

Se quer fazer sumo de couve, seja porque quer aproveitar o valor nutricional ou para verificar se o seu estômago fica mais calmo, saiba que deve escolher couves biológicas, e que deve começar por pequenas quantidades para não sentir nenhuma alteração intestinal já que são alimentos com muitas fibras. Se não tiver hipótese de comer couve biológica não use o talo central da couve porque o sabor do seu sumo será mais áspero e assim diminui o contacto com pesticidas.

Se com couve crua na forma de sumos sentir muito desconforto intestinal prefira usar a couve a vapor, salteada ou cozida, mas nunca a confecione em muita água para não perder valor nutricional.

Use couve e outros alimentos da família das crucíferas (brócolos, couve-de-bruxelas, couve-flôr) porque são alimentos muito ricos nutricionalmente e com muitas vantagens para a saúde. Mas não fique obcecado (a). Varie entre preparações cruas e cozinhadas e não coma sempre os mesmos alimentos.

EsmeraldAzul – para uma vida saudável, consciente e sustentável.


0 comentários

Entrar

Deixe o seu comentário

em resposta a