Psicologia positiva Carla Martins

Construa novos caminhos saudáveis



Terminamos mais um ciclo com o fechar do ano 2016 e iniciamos uma nova etapa ao entrarmos em 2017.

Nestes espírito festivo é normal sentirmo-nos inspirados para definir resoluções para o novo ano, assim como avaliar o que retiramos do ano que passou.

Faça este processo de uma forma estruturada com a ajuda das ferramentas do mindfulness:
  1. Sente-se numa postura confortável e conecte-se com o momento presente – observe o seu corpo, a sua respiração e cultive esta presença por alguns instantes. Poderá usar o vídeo mindfulness na respiração para o auxiliar neste "chegar ao momento presente”.

  2. No final da prática crie a intenção de com atenção plena, equanimidade e aceitação, definir o que retirou do ano de 2016 e o que pretende deixar ir e transformar:

    • Enumere os objetivos ou etapas concretizadas, comportamentos saudáveis alcançados e fomentados na sua rotina diária, padrões mentais e emocionais que o levaram a ser e estar de uma forma mais plena e completa na sua vida.

    • Identifique padrões que de alguma forma estão a impedir o seu crescimento individual, hábitos mentais e emocionais que o prendem a formas de estar e ser menos construtivas e o bloqueiam para expressar de uma forma completa a sua potencialidade intrínseca. Sem julgamentos, apenas identifique.

    Estamos todos num processo de aprendizagem na vida e identificar o que está menos bem não serve para nos criticarmos ou punirmos por não sermos melhores, mas antes apenas para definir objetivos e intenções que nos levem a caminhos mais construtivos e adaptativos na nossa vida.

    Visualize que o que pretende mudar está a deixar ir na corrente de um rio, a libertar-se dos apegos mentais e emocionais e a permitir-se criar espaço interno para receber o novo, seja ele o que for! Respire e cultive a receptividade para abrir o seu coração, esteja presente com compassividade, calma e paciência para continuar neste processo de crescimento interno que é a vida.

  3. Volte a repetir a prática de mindfulness na respiração completada em cima. Desta vez, no final, crie a intenção de com atenção plena, equanimidade e aceitação, definir o que pretende atingir e mudanças que pretende implementar na sua vida neste novo ano. Respire e deixe que a pergunta ressoe interiormente: "O que pretendo para 2017?”

Permita que a resposta surja naturalmente, sem forçar.

Quando surgir a resposta escreva num papel e enquanto o faz note as emoções que surgem com essas intenções, note se está a surgir um tom de exigência ou crítica e permita-se cultivar compassividade e carinho para consigo próprio.

Em seguida, crie um mapa onde coloca as várias dimensões da sua vida: profissional, familiar, amorosa, social, etc. e coloque em cada uma delas as intenções que tem para 2017.


Como cultivar as suas intenções?
  • Comece com pequenos passos e faça algo todos os dias na direção pretendida. Hábitos são como um músculo – façamos todos os dias um pouco, sem exigirmos demasiado.

  • Aceite os momentos em que possa parecer que bloqueou ou estagnou – por vezes estes momentos são necessários para integração das mudanças já a acontecer. Observe o que está a acontecer no seu processo, aceite e avance com confiança e compassividade em cada momento presente da sua experiência

  • Seja paciente consigo próprio – mudar às vezes não é fácil, mas em cada momento do seu dia pode escolher na direção desejada e cada passo que dá está mais próximo da sua intenção e do que pretende manifestar na sua vida!

Um excelente 2017 com muitos momentos de atenção plena, felicidade e compaixão!


EsmeraldAzul – para uma vida saudável, consciente e sustentável.


0 comentários

Entrar

Deixe o seu comentário

em resposta a