S.O.S Cristina Sales

Diarreia aguda: o que fazer?

Em férias e viagens é elevado o risco de diarreia aguda.
Para evitar a diarreia aguda podem ser adotadas algumas medidas preventivas como explicamos aqui.
 
Mas se mesmo assim aparece uma diarreia aguda?
Dores de barriga, náuseas ou vómitos e diarreia abundante com fezes aquosas…

O que fazer?


Parar de ingerir todo o tipo de alimentos!

A diarreia aguda é um processo de eliminação.
O seu organismo está a eliminar algum alimento que comeu ou bebeu e a que o seu organismo não está habituado, ou  um alimento estava deteriorado ou com alguma contaminação bacteriana.
Enquanto o seu organismo está a desenvolver este processo de diarreia aguda, é normal que não tenha vontade de comer. É o organismo que está a ser coerente. Não deve tentar comer nenhum alimento enquanto não se sentir com fome.
Quanto menos comer mais depressa recupera de uma diarreia aguda.


Repor a quantidade de líquidos que se está a perder!

Este é o ponto fundamental: evitar a desidratação provocada pela diarreia.
Deve beber tanto mais líquidos quanto maior a quantidade de diarreia que estiver a eliminar.
Os líquidos da diarreia contêm sais minerais. É importante repor esses sais minerais para manter o equilíbrio orgânico.
A solução ideal é beber soro.
Outra solução igualmente boa é beber água na qual foi dissolvida uma saqueta de sais específica para este fim. Há no mercado vários produtos deste tipo. Aconselhamos a levar consigo, para as suas férias, algumas saquetas destes sais.
Na sua falta, dissolva num litro de água uma colher de café de sal de cozinha.


Beba água. Beba soro ou água com sais.
Beba algum chá preto, sem açúcar, que pode ajudar a evitar quebras de tensão.
Beba com abundância, não se deixe chegar a ter sede!


Reequilibrar a sua flora intestinal
Quais os micro-organismos que é mais importante repor no intestino durante uma diarreia aguda?
As leveduras Saccharomyces boulardii e as bactérias Lactobacillus acidophilus.
Tome ao longo do dia duas vezes uma dose de cada um destes probióticos. Mantenha a toma durante uma ou duas semanas.

Recomeçar a comer só quando sentir a fome de volta!

Quando já não sentir náuseas nem vómitos, as cólicas intestinais já tiverem parado, e os acessos de diarreia estiverem a abrandar, a sensação de fome regressa.
É chegado o momento de comer.

Comer o quê?

Comece por hidratos de carbono de fácil digestão: maçã ou pera cozida, arroz cozido, cenoura cozida. Banana. Depois, frango cozido com legumes cozidos e arroz.
Lácteos, pão, doces e outras carnes, só quando se sentir completamente restabelecido(a).

EsmeraldAzul – para uma vida saudável, consciente e sustentável.

0 comentários

Entrar

Deixe o seu comentário

em resposta a