Está a tomar…? Cristina Sales

Está a tomar um suplemento vitamínico-mineral com ferro?

O ferro é um mineral constituinte da hemoglobina, a proteína do sangue que transporta o oxigénio para todo o corpo.
O ferro é, portanto, um mineral imprescindível para o nosso organismo. A falta da quantidade necessária de ferro é a causa de um tipo de anemia chamada anemia ferropénica 

Mas, mais do que outros minerais, o ferro no nosso organismo deve estar na justa e suficiente quantidade. Em excesso, o ferro pode ser muito prejudicial para a nossa saúde.
Este mineral tem uma capacidade oxidante, o que significa que contribui para elevar os radicais livres de oxigénio e aumentar o stress oxidativo dos seres vivos.

 
A toma de ferro deve ser feita exclusivamente mediante o diagnóstico da sua deficiência, através de análises clínicas laboratoriais, e apenas até serem reequilibrados os seus níveis. 

O alimento que nos fornece o ferro é a carne, com especial relevo para a carne vermelha. Ora este é um alimento habitualmente em excesso na alimentação moderna, já de si pobre em minerais antioxidantes que se encontram nas frutas e legumes.

Uma das razões pelas quais as mulheres em idade fértil e os homens dadores de sangue se mantêm com aparência mais jovem e com melhores índices de saúde no que respeita a doenças crónicas agravadas pelo stress oxidativo, é precisamente a diminuição dos níveis de ferro orgânico pelas perdas regulares de sangue.

As populações gaúches da Argentina e do sul do Brasil, cuja alimentação é muitíssimo abundante em carne bovina, não apresentam as doenças crónicas habituais dos países industrializados. Porquê? Durante a refeição de carne bebem chá mate, que impede a absorção intestinal de ferro e assim as protege do seu efeito oxidante.

O mineral ferro torna-se ainda mais oxidante na presença de vitamina C. 

Se está a tomar um suplemento vitamínico-mineral com ferro, é mais prudente suspender a sua toma. 
Um suplemento vitamínico-mineral bem concebido não tem na sua constituição ferro e vitamina C simultaneamente.

Post já publicado a 27 de dezembro de 2012, na quinzena temática Dar & Receber

EsmeraldAzul – para uma vida saudável, consciente e sustentável

0 comentários

Entrar

Deixe o seu comentário

em resposta a