Eu saudável Helena Santos

Está sempre com fome? Saiba como contrariar o seu apetite!

Comer é um ato de prazer, para além de ser necessário para a nossa sobrevivência. Mas estar sempre com fome é algo muito comum que não ajuda em nada na manutenção de um peso e uma alimentação saudável.

Assim, se é daquelas pessoas que sente que está sempre com fome, verifique o que pode estar a condicionar essa situação:

- Tome um pequeno-almoço com mais valor proteico

A primeira refeição do dia é efectivamente muito importante e deve ser o mais completa possível. Diversas investigações mostram que com o aumento do valor proteico do pequeno-almoço, há uma redução da fome durante o dia.

Assim, ovo mexido, iogurtes naturais, queijo fresco, bebida de soja, bebida de quinoa são exemplos de alimentos com proteínas. Existem alternativas de proteínas e pó, que podem ter interesse para enriquecer batidos em casos de algumas intolerâncias.

Ao almoço e jantar também não dispense as proteínas (carne/peixe/ovo) ou faça combinações adequadas se quer fazer uma refeição vegetariana. Coma também muitos legumes!


- Não faça refeições só com hidratos de carbono, nem petisque demasiado

O nosso organismo não está preparado para estar sempre a comer, muito menos para estarmos sempre a realizar refeições ricas em açúcares (rebuçados, chocolates, bolachas, pão,…). Sempre que comemos algo com hidratos de carbono, vamos estimular a libertação de insulina para que esta hormona seja capaz de "guardar” o açúcar que vai ser libertado no sangue. Desta forma estamos continuamente a colocar e a retirar açúcar do sangue com muita rapidez – o que condiciona nervosismo e fome.

Não petisque demasiado, faça refeições regulares se tem fome com muita frequência. É prefrível fazer um ou dois lanches do que passar a tarde a "petiscar". Mas nunca faça refeições só com hidratos de carbono – junte sempre algo com proteínas (iogurte, queijo fresco) ou com gordura (oleaginosas). Use cereais integrais e esteja atento à quantidade de açúcar dos alimentos.
Refeições só com hidratos de carbono alteram as hormonas que controlam o apetite.





- Relaxe
Situações de stress condicionam libertação de hormonas como o cortisol que por sua vez influenciam hormonas como a grelina (directamente relacionada com o apetite). Relaxar ajuda por isso a controlar o apetite. Mastigar devagar também é fundamental.


- Lembre-se das gorduras

Precisamos de gorduras boas também para controlar o apetite. Não dispense azeite ou óleos de primeira pressão a frio na sua salada. Escolha oleaginosas para completar os seus lanches.


Portanto, é usando os alimentos certos e fazendo as combinações adequadas que vai conseguir controlar o seu apetite. Usar medicação ou soluções milagrosas só vai atrasar a chegada do dia em que tem de controlar o seu apetite por si e com os alimentos que ingere.

EsmeraldAzul – para uma vida saudável, consciente e sustentável.


2 comentários

Entrar

Deixe o seu comentário

em resposta a
EsmeraldAzul
24 de Fevereiro de 2014 às 09:53
É com muito agrado que a nossa equipa (e em particular a Dra Helena) verifica que pudemos ajudá-la de alguma forma e que continua a manter um estilo de vida e uma alimentação saudável. Obrigada pelo seu comentário!
Ana Camões
21 de Fevereiro de 2014 às 13:42
Concluo que continuo a portar-me bem. Obrigada, Dra. Helena.