Lista de Compras Helena Santos

Lista de compras para “recarregar” o seu organismo

Seja qual for o motivo, se pretende recarregar as suas baterias e ficar mais bem nutrido, saiba quais os alimentos que não podem faltar em sua casa. Tenha sempre o cuidado de ir variando nos alimentos que escolhe, nas cores, nos tipos. Não tenha uma lista de compras monótona.

Sementes

As sementes são alimentos muito ricos nutricionalmente. São óptimas para aumentar a sua ingestão de minerais. Sabia por exemplo, que as sementes de sésamo são ricas em cálcio?

Se consumir sementes que consegue trintar e mastigar adequadamente, coma-as inteiras – misture na fruta, sopa, iogurte ou faça batidos. Se prefere as sementes mais pequeninas como as de linhaça e sésamo, triture-as na hora para melhor aproveitar os seus nutrientes. Não as compre já moídas e se as consumir sem as triturar, o seu intestino agradece, mas não haverá muita absorção de minerais. 

As sementes que coma no pão, vão ser alteradas pela temperatura de cozedura. Por isso prefira as sementes ao natural.


Frutas da época

Parece cliché insistir na fruta, mas efectivamente muitos são os que não comem um mínimo de 3 peças de fruta por dia. E só nos faz bem! Se forem biológicas ainda melhor. Sempre que tiver oportunidade coma a casca também.

Quantas peças de fruta come por dia?


Beterraba

Fornece fitonutrientes, é antioxidante, fornece também vitamina A, ácido fólico, vitamina C, ferro, potássio. Pode ser consumida crua ou cozida. Se a cozinhar, escolha as beterrabas mais pequenas e cozinhe-as com a casca. Assim, evita a perda de muitos pigmentos com interesse.

Pode servir para enriquecer sumos, smoothies saladas e até purés


Sardinhas

São peixes com gordura de muita qualidade. Se consumir as mais pequeninas pode até consumir a espinha e aumentar o seu aporte de cálcio. Os ácidos gordos ómega 3 fazem-nos muita falta, a alimentação ocidental está a fornecer-nos mais ómega 6 do que ómega 3. Também nos fornece vitamina A, D B12. 


Salsa e outras ervas aromáticas

Torne a sua alimentação mais colorida com ervas aromáticas e não tenha receio de usar grande quantidade. Quem já não viu umas folhinhas de salsa a enfeitar arroz ou outros pratos? Não use as ervas só para enfeitar, use-as para dar sabor e coma-as! Não as rejeite. 

Elas têm propriedades espantosas. Se quiser experimentar cultivar em casa, saiba mais aqui


Algas

Faz-nos bem experimentar sabores e texturas diferentes e as algas são uma boa forma de o fazer. Ao comprar algas desidratadas, basta colocá-las numa sopa ou numa caldeirada de peixe quando estiver quase a terminar a confecção do prato. Pode também fazer saladas

Dependendo da alga que escolha vai conseguir ir buscar nutrientes diferentes. Algumas possuem ómega 3 e outras podem ter mais cálcio que alguns queijos, mais proteína que um ovo e mais ferro que um bife. 


Cereais semi-integrais e integrais

Não basta comer pão mais escuro para acharmos que já estamos a comer cereais integrais. E o acompanhamento do almoço e jantar? E as bolachas/flocos/snacks? Sempre que come alguma coisa com hidratos de carbono tenha o cuidado de escolher cereais semi-integrais e integrais.

Mas certifique-se que apesar de terem cereais integrais na sua composição, não estão cheios de açúcar ou gordura saturada.

Não compre nada que tenha açúcar adicionado. Faça a experiência e talvez vá ter de eliminar bastantes alimentos da sua lista habitual de compras.


Ovos biológicos

Os ovos biológicos são uma boa fonte de proteínas e de fosfolípidos. O seu cérebro agradece!

Quando comer ovos não precisa de comer na mesma refeição carne nem peixe. Por esta razão, os ovos são muito bons quando precisamos de preparar uma refeição rápida: 2 ovos escalfados/cozidos, salada variada, sopa e fruta já representam uma boa refeição. Não fala refeições só de sopa ou saladas, junte sempre uma fonte proteica.



Couve portuguesa

Valorizando o que é nosso, lembre-se que tem de comer todos os dias muitos legumes. Deve escolher legumes de cores diversas e optar pelos legumes da época. A couve portuguesa é muito rica nutricionalmente. Fornece-nos fitoquímicos com capacidade antioxidante e anticancerígena, vitamina A, ácido fólico, vitamina C, cálcio, magnésio. Fica óptima em sopas, misturada com arroz ou até em sumos e salteada em saladas.

EsmeraldAzul – para uma vida saudável, consciente e sustentável.


0 comentários

Entrar

Deixe o seu comentário

em resposta a