Segredos de saúde alimentar Daniela Seabra

Os alimentos afrodisíacos serão mito ou realidade?

Ao longo dos anos muito se tem discutido e escrito sobre o tema. A origem do nome deriva de Afrodite, a deusa grega do amor e da sexualidade, e no decurso da história existem inúmeras referências sobre a relação entre os alimentos e o seu poder para otimizar a relação amorosa. Apesar de muito se ter discutido em torno deste tema, muitos questionam sobre o que será verdadeiramente afrodisíaco: se os alimentos em si, ou o significado em redor da preparação, consumo e objetivos de uma refeição afrodisíaca.

Da mesma forma que evoluíram os nossos conhecimentos, crenças e costumes, também a seleção dos alimentos afrodisíacos mudou, e atualmente é possível encontrar uma imensa e variada lista. Alguns alimentos são considerados afrodisíacos devido à sua forma, como por exemplo a banana, os espargos ou alguns cogumelos, já outros, devido ao "calor” que provocam - os picantes são um excelente exemplo disto.

Se por um lado determinados alimentos são considerados estimulantes, outros eram apenas parte de animais considerados viris ou com um elevada capacidade de procriação, e nesta categoria aparecem alimentos que muito dificilmente seriam opção de consumo nos dias de hoje.

Com a evolução da medicina, da biologia e das ciências da nutrição, a designação de afrodisíacos ganhou outro fôlego, porque se passou a incluir os alimentos que possuíam nutrientes que auxiliavam todo o processo mental, hormonal e fisiológico inerente a uma relação amorosa.

A condição essencial para que tudo funcione bem, é sem dúvida estarmos bem, do ponto de vista físico e mental.

A dor (física e emocional), o stress, a autoestima e o mal estar em geral são ingredientes que podem prejudicar uma noite que se quer especial... desta forma, todos os alimentos que otimizam o seu estado geral de saúde podem, de certa maneira, ser considerados afrodisíacos.

Sem dúvida que existem alguns alimentos que são mais afrodisíacos do que outros, pois facilitam o desenrolar de uma noite que se quer especial... mas para alguns serem verdadeiramente afrodisíacos têm que começar a fazer parte da sua alimentação algum tempo antes.

Venha conhecer a nossa seleção:

Ostras


As ostras são extremamente ricas em zinco, um mineral essencial para uma adequada função dos espermatozóides e para a fertilidade masculina, ou seja, são uma ajuda extra para manter a fertilidade masculina.

O zinco é também essencial para um cabelo bonito, para uma cicatrização adequada e para a estabilização do humor, pelo que indiretamente também contribui para que os intervenientes se sintam confortáveis e disponíveis para serem seduzidos.

Vinho

Esta bebida secular tem a sua presença quase que garantida nos jantares afrodisíacos. O consumo moderado de vinho aumenta os níveis de GABA, um neurotransmissor relaxante, ajudando a diminuir o stress e a ansiedade.

Estar mais desligado dos problemas, ajuda-o a envolver-se mais intensamente com a outra pessoa.

Carne de Peru


A carne de peru é muito rica em triptofano, o precursor da serotonina, que é o neurotransmissor do bom humor. É por isso recomendável, em especial para as mulheres, mais sensíveis à influência das mudanças de humor.

Chocolate Preto

As endorfinas (neurotransmissores do bem estar) libertadas após o consumo deste alimento já o colocaram no topo da lista dos alimentos afrodisíacos e de "melhor consolo” quando as histórias de amor não têm um final feliz. Além disso, o cacau é um excelente estimulante para o homens, e também contribui para o aumento dos níveis de serotonina, com vantagens para ambos os sexos.

Peixe

A sua riqueza em ácidos gordos ómega 3, fundamentais para a correta ação de diferentes hormonas, neurotransmissores e perfil cardiovascular coloca o peixe, em especial o peixe gordo, como um alimento a ter em consideração. Atenção às temperaturas usadas para não estragar estas gorduras tão frágeis.

O peixe deve fazer parte da sua alimentação antecipadamente para ter o efeito desejado.

Nozes

Usadas pelos romanos nos rituais de fertilidade, as nozes são ricas em gorduras essenciais e de nutrientes importantes para a ação de diferentes hormonas, fundamentais não só para o envolvimento emocional, como para o sucesso da relação física. Ao otimizarem o perfil cardiovascular, também ajudam a sua performance.

Tal como o peixe, deve fazer parte da sua alimentação com alguma antecedência.

Gengibre

Este alimento há muito que ganhou um posto como alimento afrodisíaco, não só pelo seu sabor intenso, como pelas propriedades cardiovasculares que apresenta. Sem dúvida que é um ingrediente a incluir.

Agora que conhece melhor estes alimentos, sugerimos que a sua refeição afrodisíaca seja antecedida por hábitos alimentares que incluam alimentos saudáveis, nomeadamente o peixe e as nozes. A nossa sugestão de refeição deverá incluir ostras como entrada, com um prato principal que incluía peru e gengibre, uma sobremesa de chocolate preto e acompanhada de um bom vinho.


0 comentários

Entrar

Deixe o seu comentário

em resposta a