S.O.S Sara Cruz

Passos para tratar pequenas feridas

Queimaduras de primeiro grau
As queimaduras de primeiro grau são aquelas que atingem a primeira camada da pele, a epiderme. Geralmente apresentam apenas um tom avermelhado e podem ser facilmente tratadas em casa.

Depois de a lavar, poderá optar pela aplicação de um penso com hidrogel ou pela aplicação de uma pomada cicatrizante (Biafine® ou Cicalfate®) ou mesmo um gel rico em aloé vera.

Queimaduras de segundo grau
 As queimaduras de segundo grau atingem a primeira camada da pele (epiderme) e a segunda (derme). Normalmente são as mais dolorosas. A pele apresenta um tom avermelhado, formam-se flictenas (bolhas) e se for mais profunda pode apresentar um exsudado.  Se não for muito extensa poderá tratá-la em casa.

Deverá proceder ao tratamento como nas restantes feridas;
- Lavar bem (com água fria);
- Secar a pele circundante, tendo o cuidado de não furar as bolhas.
- Aplicar um penso que favoreça a humidade e promova a reabsorção do líquido da bolha. Opte pelos que possuem hidrogel (Hansaplast®, Myskin®).

Se se trata de uma flictena resultante de fricção, não necessita de lavar com água fria e deve optar antes por um penso hidrocoloide (Compeed®). Aqui o factor de decisão é a causa da flictena – calor ou fricção.

Se estamos perante uma queimadura provocada por um choque eléctrico ou por um químico, ou perante uma queimadura de 3º grau (a pele está esbranquiçada ou negra e pode não sentir dor) deverá sempre recorrer uma instituição de saúde.

Macerações

É frequente nos bebés e nos idosos encontrar macerações (pele vermelha, por vezes com prurido associado) na região genital, onde a pele fica em contacto com a humidade da fralda. Também em idosas cujo o volume do peito é muito grande, por vezes surge a maceração resultante da combinação entre o suor e o peso do peito. Se a maceração não for tratada pode evoluir para fissuras da pele.

Após lavar a pele com água tépida, seque-a com uma compressa esterilizada seca.
Aqui a origem da ferida é a humidade, pelo que não deve ser mantido o meio húmido.

Aplique uma camada fina de uma pomada cicatrizante (Ex: Bephanthene®, Halibut®), e massaje para a pele a absorver quase toda. A pele não deve ficar demasiado saturada com o creme pois isso aumentará a humidade, piorando a maceração.

Mantenha a pele em contacto com o meio seco – Troque a fralda com mais frequência. Se estiver a tratar uma lesão por baixo do peito, deverá (após a aplicação da pomada) colocar uma compressa seca por baixo do peito para absorver o suor e  controlar a humidade.


Picadas de insectos
Em caso de picada de mosquito, apresenta um ponto ruborizado, com edema e prurido.
Deverá começar por lavar a ferida, secar toda a pele com uma compressa esterilizada seca e aplicar uma pomada anti-alérgica, com antihistamínico (Ex: Fenistil®) várias vezes ao dia.

Se apresentar muitos locais de picada, ou se tiver sido picado por outro insecto (abelha, vespa, carrapato,...) deverá dirigir-se a uma instituição de saúde de imediato, pois poderá desenvolver uma reacção alérgica.

As feridas que não deve tratar em casa

Em casa pode tratar pequenas feridas não complicadas, pequenos cortes, queimaduras de 1 e 2º grau pouco extensas, arranhões ou escoriações superficiais.

Mas feridas com golpes profundos, queimaduras de 1º e 2º grau com mais de 5 centímetros, queimaduras de 3º grau e feridas/queimaduras que se localizam na cara, mãos, zona das articulações, pés ou genitais devem ser sempre tratadas por um profissional de saúde.

Feridas em bebés, idosos e diabéticos exigem uma observação por um enfermeiro. Num diabético rapidamente uma ferida no pé pode comprometer toda a perna.

Outros aspectos relacionados com feridas:

Se a ferida resultou de um objecto (madeira, metal,...) que penetrou a pele é importante verificar se tem a vacina do tétano em dia (o reforço é feito de 10 em 10 anos).

Se a ferida resultou da mordedura de um animal selvagem, como um esquilo, ou de um animal rafeiro (cão/gato) que não esteja vacinado, deverá ser vacinado contra a raiva.

Verifique o seu boletim de vacinas e dirija-se de imediato ao seu Centro de saúde.

Ensinamos-lhe como deve ser a caixa e qual o conteúdo do material básico para poder tratar feridas em sua casa, veja aqui!

Parte 3 do texto tratar pequenas feridas.  Veja aqui a parte 1 e 2.

EsmeraldAzul – para uma vida saudável, consciente e sustentável.

0 comentários

Entrar

Deixe o seu comentário

em resposta a