Psicologia positiva Paula Costa

Pensemos sobre a Gratidão



"Natal é sempre que o Homem quiser” mas, aproveitemos esta quadra para repensarmos a nossa satisfação com a vida e no que podemos fazer para que a mesma seja reforçada e estabilizada.

Envolvidos em luminosidades e apelos publicitários não esqueçamos que estamos num período (defendido pelo menos por alguns) de pleno exercício de boas acções e de emoções positivas (saiba mais).

Pensemos então um pouco sobre a gratidão!


Seja definida como emoção, característica afectiva, recurso pessoal (ou outra) a prática da gratidão tem sido encarada pela psicologia positiva (saiba mais) como essencial para o bem-estar físico e psicológico do ser Humano.

Este estado/sentimento de bem-estar resulta da apreciação e alegria por tudo o que existe: pessoas, natureza, animais, música e outros aspectos da vida e do dia- a – dia.

A sua experiência pressupõe a valorização (satisfação) do que se recebe, o reconhecimento de que alguém nos ofereceualgo agradável de forma intencional e desinteressada.

A gratidão (saiba mais) está intrinsecamente relacionada com a noção de que a bondade de terceiros é independente de nós próprios e das nossas acções. Assim sendo, é condição necessária para se ser grato o reconhecimento da existência de coisas boas e agradáveis e a consciência de que as mesmas não são garantidas.

O ciclo de gratidão só se completa quando expressamos o reconhecimento ao outro.

É uma forma de partilha que pressupõe interindividualidade e que promove efeitos positivos nas relações com o outro e com o mundo. Quando acreditamos que algo nos foi proporcionado para o nosso bem, os sentimentos positivos que dai resultam reforçam a nossa auto estima e fazem- nos sentir acarinhados e amados.

A felicidade é o que todos desejamos e que depende da forma como pensamos sobre a vida.

As nossas acções reflectem isso mesmo. Quando apreciamos o que nos é dado (ou está à nossa volta) e respeitamos o que temos, estamos próximos da felicidade. Esta é naturalmente favorecida pela gratidão.

A gratidão protege-nos de emoções negativas e estimula as relações sociais.

Contribui e educa sentimentos de amizade e atenção. Queremos o melhor e oferecemos através dela, o que é justo a quem nos faz bem.

Essa capacidade de diferenciar torna a gratidão uma atitude intelectual e moral e torna exigente a tarefa de sermos capazes de atribuir significado à vida e de sermos saudáveis!



EsmeraldAzul – para uma vida saudável, consciente e sustentável.

 


0 comentários

Entrar

Deixe o seu comentário

em resposta a