Em casa Cristina Sales

Radiação electromagnética: a sua casa é um local seguro?

A radiação electromagnética de baixa frequência é produzida por equipamentos tecnológicos com os quais estamos em contacto diariamente.

Todos os fenómenos que ocorrem nos organismos biológicos são direta ou indiretamente de carácter electromagnético. Desde a transferência de impulsos elétricos que levam à criação de pensamentos e manifestações no cérebro até à absorção de nutrientes na digestão e a sua assimilação pelas células, todas estas interações resultam de interações elétricas e magnéticas entre os vários intervenientes moleculares e celulares.
Desta forma, qualquer ocorrência electromagnética externa vai, de um ponto de vista físico, necessariamente interferir nesses fenómenos podendo naturalmente perturbá-los.

Embora ainda sem conclusões definitivas por parte da comunidade científica, a exposição regular a este tipo de radiação electromagnética tem sido associada a múltiplos problemas de saúde.
São de sublinhar e destacar as alterações de comportamento, irritabilidade, insónia e outras alterações ao nível do sono, depressão, alterações das capacidades cognitivas, dificuldade de concentração e diminuição de rentabilidade escolar, doenças neurológicas, fadiga, envelhecimento prematuro, doenças cardiovasculares e vários tipos de cancro.

Nas nossas casas onde estão as fontes de interferências electromagnéticas?

- Forno micro-ondas
- Telemóveis
- Tablets
- Comandos de controlo remoto
- Sistemas wireless
- Frigoríficos e arcas frigoríficas
- Alguns tipos de candeeiros e sistemas de iluminação
- Aparelhos de ar condicionado
- Elevadores
- Sistemas de aspiração central
- Cabos de ligação a para-raios
- Centrais emissoras de rádio

Os perigos da poluição electromagnética são aumentados com a exposição repetida

Como pode compreender, devemos dar especial atenção aos locais onde permanecemos mais tempo.
Por exemplo, no quarto é importante avaliar bem o local da cama, nas outras salas os lugares específicos onde estamos mais tempo parados a trabalhar, a estudar ou em atividades de lazer.

Detetores de radiação electromagnética

É normal que não suspeite que em determinado local da sua casa possa haver uma grande quantidade de radiação electromagnética.

Há fontes de radiação electromagnética com origem no espaço exterior à nossa casa, como por exemplo na casa dos nossos vizinhos. Outro exemplo de fontes pode estar relacionada com os equipamentos coletivos dos edifícios de apartamentos, como elevadores, casa das máquinas dos elevadores ou mecanismos automáticos de portas de garagem. Podemos verificar radiação electromagnética proveniente de antenas cuja existência desconhecemos, ou potenciada pela utilização de alguns materiais de construção dos edifícios.

A melhor forma de nos certificarmos da poluição electromagnética das nossas casas ou  é recorrer a um detetor de radiação electromagnética e fazer uma pesquisa em toda a casa e nas suas proximidades.

Como podemos tornar a nossa casa um local mais seguro? Pequenas mudanças podem fazer a diferença:

- Eliminar todas as fontes de poluição electromagnética de que realmente não necessitamos
- Desligar os aparelhos electromagnéticos sempre que o seu uso não seja necessário
- Preferir sistemas de comunicação por cabo, limitando o mais possível o uso de sistemas wireless
- Prescindir o mais possível dos sistemas de comando remoto
- Durante a noite nunca manter ligados no quarto telemóveis, tablets, televisores  ou sistemas de comando remoto

Vale a pena passar à ação!

Nos locais onde seja detetada uma significativa quantidade de radiação electromagnética, e caso não seja possível eliminar ou deslocar a fonte emissora, devem ser bem avaliadas as consequências para a saúde.

Por vezes torna-se necessário repensar e reorganizar a distribuição das várias zona da casa, por exemplo, colocar a cama e os lugares de maior permanência nos locais da casa com menor quantidade de poluição electromagnética.

A diminuição das interferências electromagnéticas na nossa casa pode ter efeitos benéficos quase imediatos.

Os resultados podem ser surpreendentes: a qualidade do sono e a sensação de vitalidade e bem-estar, são alguns exemplos de melhoria da qualidade de vida na sua casa com menos electromagnetismo!

0 comentários

Entrar

Deixe o seu comentário

em resposta a