Paulo Magalhães

Licenciado em Direito pela Universidade Católica do Porto, fez uma pós-graduação em Direito do Ordenamento, do Urbanismo e do Ambiente, na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra.
Em 2003, frequentou o programa de doutoramento El medio ambiente natural y humano e las ciencias sociales da Universidade de Salamanca, estando atualmente a desenvolver uma tese de doutoramento em Ecologia Humana na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, no âmbito do desenvolvimento de um suporte jurídico global como suporte de economia verde.

Lecionou Direito do Ambiente entre 1999 a 2006 na Escola Superior Agrária de Castelo Branco. Foi um dos membros fundadores e dirigente da QUERCUS (Associação Nacional de Conservação da Natureza) e seu coordenador jurídico de 2005 a 2008.
No seu livro mais recente, "O Condmínio da Terra: das Alterações Climáticas a uma Nova Conceção Jurídica do Planeta" (2007), propõe enquadramento para gestão da Casa Comum da humanidade baseado na experiência jurídica amplamente testada, da propriedade condominial.

Actualmente coordena os projectos Condomínio da Terra e EcoSaldo, os quais procuram de forma complementar desenvolver um conceito que proceda a uma organização e contabilidade da relação de vizinhança global, e aos quais se tem dedicado em exclusivo desde 2007.
No âmbito do seu doutoramento, e com base nos Planetary Boundaries prepara uma proposta de constituição de um Património Natural Intangível da Humanidade.

« voltar