blog

Revista online de
Cristina Sales
Medicina Funcional Integrativa
Consciente
Saudável
Sustentável
Brewer's-Yeast

Levedura de cerveja pode completar falhas na alimentação?

Alimentação Entenda o que é a levedura de cerveja e seus efeitos benéficos para a saúde, e em que formas se pode encontra-las.

A chamada levedura de cerveja é muito utilizada como suplemento.

Embora como o seu nome indica, seja usada no fabrico de cerveja (fermentação do mosto).

É na suplementação que nos iremos focar.

O que é levedura de cerveja?

Leveduras são fungos unicelulares. O termo “levedura de cerveja” refere-se normalmente a leveduras do género Saccharomyces, sendo a espécie mais usada a Saccharomyces cerevisiae.

Quando escolhe um suplemento, está a tomar levedura inactiva.

Isto quer dizer que aproveita o seu valor nutricional, mas não a pode usar para fermentar nada.

O seu principal uso é como complemento de uma alimentação que nem sempre possa ser muito saudável ou completa.

Mas também é procurada pelos seus efeitos específicos.

Valor nutricional

É fonte de vitaminas do complexo B (Tiamina, Riboflavina, Niacina, Ácido Pantoténico, B6, Ácido Fólico e Biotina) e de minerais como o crómio e selénio.

Boa fonte de proteínas (contém os aminoácidos essenciais) e de fibras.

Alguns vegetarianos procuram muito a levedura de cerveja. Pelo teor proteico e riqueza vitamínica e mineral esta opção faz sentido.

Mas, não é uma boa opção se a procuram por causa da vitamina B12 que muitas vezes está em falta na alimentação vegetariana.

A levedura de cerveja só tem vitamina B12 se esta for adicionada, já que os fungos não produzem esta vitamina.

Efeitos benéficos

Pela riqueza nutricional, a levedura de cerveja é útil no metabolismo dos hidratos de carbono, gorduras e proteínas, sendo por isso o aumento de energia um dos seus benefícios.

Também dá suporte ao sistema nervoso e ajuda a manter diversos tecidos saudáveis: pele, cabelo, olhos, boca.

  • Glicemia: A sua riqueza em crómio permite que se tenham observado alguns efeitos benéficos no controlo da glicemia;
  • Colesterol: O colesterol parece também beneficiar com a suplementação, havendo redução do colesterol LDL;
  • Perda de peso: Os efeitos encontrados com levedura de cerveja não são melhores do que o que se pode conseguir com uma alimentação saudável e exercício. Simplesmente, pelo seu teor proteico pode ajudar no equilíbrio de algumas refeições ajudando no controlo de apetite e tornando o metabolismo mais eficiente;
  • Obstipação e diarreia: 30g de levedura de cerveja em pó têm cerca de 6 gramas de fibras, o que pode ser um complemento importante para a saúde intestinal. Além disso, as leveduras, ainda que inativas, encorajam o crescimento de bactérias boas. São por isso convenientes quer em casos de obstipação, quer em diarreia.

Em que formas se encontra levedura de cerveja?

Pode ser comprada em pó, flocos ou em comprimidos/cápsulas.

No caso do pó e flocos, pode ser tomada com água, sumo de fruta, batidos, sopas.

Pode servir até para engrossar molhos.

Não deve ser submetida a temperaturas elevadas, pelo que deve ser usado a frio ou adicionado a comidas quentes apenas na hora de consumir.

Se não gostar do sabor do pó e flocos use as cápsulas.

Dosagens

Não há consenso sobre as dosagens e os estudos divergem bastante.

Na forma de flocos ou pó: 1 a 2 colheres de sopa é a dosagem normalmente recomendada.

Pelo teor de fibra pode sentir algum desconforto intestinal, comece com meia ou uma colher de sopa e se sentir bem aumente até duas.

Em cápsulas/comprimidos: os estudos usam dosagens muito variadas que podem ir de 300mg por dia a 1800mg durante um máximo de 12 semanas.

Quem pode tomar

Adultos de todas as idades desde que o suplemento esteja a ser bem tolerado.

Atenção a interações que podem ocorrer com alguns medicamentos como antidiabéticos orais, inibidores da MAO e anti-fúngicos.

Informe sempre o profissional de saúde que o acompanha quando toma qualquer tipo de suplementos alimentares.

Quem não deve tomar

Desaconselha-se o uso em crianças, grávidas, aleitantes e em casos de doença de chron simplesmente pela falta de literatura nesse campo.

Se tem com alguma frequência candidíase ou outras questões que envolvem fungos, não tome levedura de cerveja.

O mesmo se passa se for alérgico.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *